Design abstrato preto e roxo do plano de fundo da área de trabalho Elemento abstrato roxo de design de interface móvel. Barista sorridente trabalhando em uma cafeteria.

 

Você precisa que as pessoas visitem seu website para que conheçam sua empresa e seus produtos. Mas ninguém visitará seu site se não souber que ele existe. A otimização para mecanismos de pesquisa (SEO) existe para colocar seu site na frente das pessoas, ajudando-o a se classificar nos resultados de pesquisa relevantes do Google.

A pergunta é: como você pode fazer isso? O que é necessário para que o site da sua empresa de varejo obtenha altas classificações nos resultados de pesquisa? É isso que exploraremos nesta página. Continue lendo para saber mais sobre SEO para empresas de varejo!

O que é SEO para o varejo?

O SEO para varejo é uma estratégia de marketing digital que envolve a otimização de vários elementos do seu site para aumentar a classificação dele nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa (SERPs). As otimizações que você pode fazer incluem a criação de conteúdo personalizado, a segmentação de palavras-chave de cauda longa e a melhoria da velocidade de carregamento da página.

Como fazer SEO para empresas de varejo: 6 dicas essenciais

Abordaremos seis dicas essenciais de SEO para empresas de varejo que você pode usar para aprimorar sua estratégia:

  1. Segmente palavras-chave de cauda longa
  2. Criar conteúdo local
  3. Ganhe backlinks de alta qualidade
  4. Parceria com organizações locais
  5. Torne seu site compatível com dispositivos móveis
  6. Otimize a velocidade de suas páginas

1. Segmente palavras-chave de cauda longa

Uma das maneiras mais eficazes de melhorar seu SEO é usar palavras-chave em seu site. Ao integrar palavras-chave ao seu conteúdo escrito na Web, você sinaliza ao Google que seu conteúdo deve ser classificado para essas palavras-chave.

Você deve segmentar palavras-chave relevantes para seus produtos.

Mas, além de segmentar palavras-chave relevantes, você também deve procurar palavras-chave de cauda longa em vez de palavras-chave de cauda curta, ou seja, palavras-chave com várias palavras. A razão para isso é que as palavras-chave de cauda longa são mais específicas e têm menos concorrência nos resultados de pesquisa.

Por exemplo, em vez de segmentar a palavra-chave "lojas de varejo perto de mim", você pode segmentar algo como "lojas de varejo de roupas perto de mim". Se a sua empresa também opera uma loja de comércio eletrônico, você também deverá segmentar palavras-chave não locais.

Otimize seu site para uma palavra-chave segmentando a palavra-chave em uma página:

  • Tag de título
  • Meta descrição
  • Tags de cabeçalho (H1, H2s, H3s e assim por diante)
  • Conteúdo

Concentre-se na legibilidade ao integrar sua palavra-chave. Em excesso, você criará keyword stuffing, que envia um sinal negativo ao Google e não beneficia os leitores - para muitos, isso afetará a percepção que eles têm da sua empresa e a confiança que depositam nela.

2. Criar conteúdo local

As empresas de varejo geralmente dependem de clientes locais, na loja, para impulsionar a maior parte de suas vendas. Por esse motivo, seria vantajoso para sua estratégia de SEO para varejo concentrar-se na criação de conteúdo local em seu site.

Exemplo de conteúdo de varejo local

O que isso significa? Em primeiro lugar, significa criar conteúdo que vise especificamente à sua comunidade local. Em artigos on-line, você pode enfatizar o ângulo local, direcionando palavras-chave locais para aparecer nos resultados de pesquisa corretos.

Seu conteúdo deve mostrar como os clientes locais podem se beneficiar de seus produtos. Ao destacar seus vínculos com a comunidade, você atrai com sucesso um público local e aumenta a confiança dele em sua empresa, ajudando-o a se sentir mais conectado a você.

3. Ganhe backlinks de alta qualidade

Um fator que o Google considera ao classificar sites é a reputação de cada site. Quando o Google considera um site como confiável (alguns SEOs descrevem isso como autoridade de domínio), ele tende a classificá-lo em uma posição mais alta.

Então, como fazer com que o Google considere seu site confiável? Um método é ganhar backlinks. Os backlinks são os links de sites de terceiros para o conteúdo de sua empresa. Quando um site de boa reputação cria um link para você, isso indica ao Google que você também tem boa reputação.

Você pode obter backlinks visitando sites de boa reputação em seu setor e procurando links quebrados ou ausentes. Ao encontrar alguns, você pode recomendar aos proprietários do site que substituam esses erros de link por links novos para o seu conteúdo.

É importante ressaltar que você deve priorizar a qualidade em relação à quantidade quando se trata de backlinks - um backlink de alta qualidade é melhor do que 10 de baixa qualidade.

4. Parceria com organizações locais

Como já mencionamos, destacar o ângulo local de sua empresa é uma estratégia de SEO valiosa. Portanto, talvez você queira considerar a possibilidade de fazer parcerias com algumas organizações locais. Talvez isso signifique fazer uma doação para uma instituição de caridade local ou patrocinar uma equipe esportiva local.

Seja o que for, essa parceria mais uma vez ajudará as pessoas de sua comunidade a sentirem uma conexão mais profunda com sua empresa. Além disso, é uma boa maneira de obter alguma divulgação gratuita na imprensa e espalhar o conhecimento da marca na comunidade. Essa imprensa pode até trazer alguns backlinks de organizações de notícias locais.

5. Tornar seu site compatível com dispositivos móveis

Um dos fatores mais importantes de SEO para o varejo é a compatibilidade com dispositivos móveis.

O Google usa a indexação mobile-first, o que significa que ele classifica os sites com base em suas versões para celular, e não nas versões para desktop. Por esse motivo, é essencial que seu site tenha uma versão móvel bem otimizada. Além disso, essa é uma boa maneira de evitar a perda de tráfego móvel.

A melhor maneira de tornar seu site mais compatível com dispositivos móveis é usar o design responsivo, um tipo de design da Web que reorganiza os elementos da página para que se ajustem à tela em que aparecem. Isso significa que uma página terá uma aparência ligeiramente diferente no celular e no desktop.

Aqui está o mesmo site da Best Buy em telas de computadores e celulares:

O site da Best Buy no desktop inclui conteúdo de largura total na tela e um menu de navegação completo

 

O site da Best Buy no celular inclui conteúdo condensado para caber na tela menor e um menu de navegação rolável

Ao usar o design responsivo, você atrairá muito tráfego para desktops e dispositivos móveis. Além disso, você terá uma classificação muito mais alta nos resultados de pesquisa e, portanto, mais pessoas o encontrarão.

6. Otimize a velocidade de suas páginas

Por fim, você deve otimizar a velocidade de carregamento da página do seu site. Se alguém visitar seu site e ele demorar muito para carregar, isso é uma má notícia - a pessoa provavelmente clicará no botão Voltar. Além disso, o Google provavelmente classificará seu site em uma posição inferior se ele demorar muito para carregar. Esse é um grande fator de classificação.

Para resolver isso, você pode tomar as seguintes medidas:

  • Armazenar em cache suas páginas da Web
  • Limitar os redirecionamentos
  • Reduzir o código
  • Comprimir imagens

Ao fazer essas coisas, você pode ajudar suas páginas a carregar mais rapidamente. O ideal é que elas sejam carregadas em até três segundos (o ideal é apenas um ou dois). Dessa forma, você terá uma classificação mais alta e será mais bem-sucedido na retenção de tráfego.

Saiba mais sobre como aproveitar o SEO para empresas de varejo

As dicas listadas acima são algumas das melhores maneiras de melhorar o SEO para empresas de varejo como a sua. Com elas, você pode fazer muito para gerar mais leads e receita.

Mas o SEO para empresas de varejo é mais do que apenas essas seis dicas. Se quiser saber mais sobre SEO para varejo, não deixe de conferir outros conteúdos aqui no SEO.com!

Vamos gerar resultados Juntos Arqueiro Verde